quarta-feira, 16 de Maio de 2012

Feitiço para separar um casal


Há algumas situações em que pode ser necessário utilizarmos a magia para separar pessoas que estão juntas. Para essas situações, este feitiço é indicado.


Este é um feitiço manipulativo, de separação. Deve ser usado com ponderação, e só é aconselhável quando o próprio praticante do feitiço for um dos envolvidos, ou se o relacionamento em questão apresenta perigo para um dos envolvidos.

Para a realização do feitiço, é necessária uma tranca e uma chave. Também é necessário saber os nomes completos das duas pessoas que formam o casal que você deseja separar.


Com a tranca aberta, sussurre três vezes pela fechadura o nome do casal que você deseja que se separe. Mentalize firmemente sua intenção de vê-los separados. Quanto mais concentração você tiver, maior será o poder do feitiço. Utilize sua imaginação para visualizá-los separando-se.


Em seguida, coloque a chave e tranque. A paixão entre o casal cessará completamente, até que a chave abra novamente a tranca. Caso isso aconteça, o casal voltará a se apaixonar e o feitiço poderá se voltar contra quem o lançou.

terça-feira, 15 de Maio de 2012

Quer mais As Bruxas Satânicas? Confira estes




Bruxas SatânicasIremos analisar aqui o tema da bruxaria satânica ante aos olhos do satanismo. A bruxa é uma figura essencialmente feminina e por isso, alguns leitores podem achar que bruxaria tem mais haver com Wicca do que com qualquer coisa de satanismo moderno. Mas o tema foi até mesmo explorado por Anton LaVey, que inclusive dedicou um livro inteiro ao assunto. A bruxaria é de fato, essencialmente feminina, mas algumas mulheres são também essencialmente satânicas.

Como pode ser visto no Livro "The Satanic Witch" de Anton LaVey, a bruxa é um dos grande fetiches masculinos. Por isso, seguindo estereótipos que lhes foram impostos a primeira coisas que vem na cabeça dos homens é que toda bruxa satânica tem que ser uma mulher fatal. Uma messalina do sexo para que consegue cada vez mais homens ao seu redor, comportando-se como uma prostituta. Não que ela precise vender seu corpo, mas pode causar desejo insinuando-se em excesso para todos os homens e tirando vantagens disso. Grande erro. Os homens seriam afortunados se a mulher fatal fosse a única maneira que uma mulher tem de dominá-los.

Lilith, o arquétipo feminino da carne, de acordo com o folclore judaico foi a primeira mulher de Adão, que por sua vez ensinou a ele práticas de sexo não habituais, como o sexo oral, anal e outras formas que ignorando a reprodução estimulava apenas o prazer. Algumas pessoas, ou até mesmo satanistas, quando acabam de entender o arquétipo de Lilith, ao ler livros destinados a isto na literatura satânica, acham que a bruxa satânica, terá que se tornar uma nova Lilith. Ou seja, se tornar a devoradora de homens que terá que antes de tudo se tornar uma expert nas artes sexuais e se vulgarizar, para se tornar cada vez mais ser chamativa ao desejo carnal masculino. Mas a bruxaria satânica vai muito além disto, vai além do próprio arquétipo de Lilith. Na Bíblia Satânica LaVey escreveu:
Os três métodos pelos quais o comando do olhar pode ser talentoso e a utilização do sexo, sentimento ou admiração, ou qualquer combinação deles. Uma bruxa deve, honestamente, decidir em qual categoria ela mais naturalmente se encaixa.
A primeira categoria, a do sexo, e evidente. Se uma mulher e atrativa ou sexualmente encantadora, deveria fazer tudo no seu poder para tornar a si mesma o mais sedutora possível, desse modo usando sexo como a sua ferramenta mais poderosa. Uma vez que ela obteve a atenção do homem, pelo uso do seu apelo sexual, e livre para manipulá-lo conforme o seu desejo.
A segunda categoria e o sentimento. Normalmente mulheres idosas se encaixam nesta categoria. Poderia incluir a moca insignificante que tipifica a bruxa, que pode viver numa pequena cabana e ser considerada pelas pessoas como sendo bastante excêntrica. Crianças são normalmente encantadas pela fantasia que este tipo de bruxa prove e adultos jovens procuram-nos por seus conselhos considerados sábios. Através da sua inocência, crianças podem reconhecer seu poder mágico. Por se adaptar a imagem da doce, pequena e velha senhora próxima a porta, ela pode utilizar a arte do engodo para cumprir os seus objetivos.
A terceira categoria e o tema encantamento. Esta categoria se aplicaria a mulher que e estranha ou apavorante em sua aparência. Por fazer sua estranha aparência trabalhar para ela, pode manipular as pessoas simplesmente porque elas são temerosas das conseqüências de não fazerem o que ela pede.
Muitas mulheres se encaixam em mais do que uma destas categorias. Por exemplo, a jovem moca que tem uma aparência de inexperiência e inocência, mas ao mesmo tempo e muito sexy, combina sexo e sentimento. Ou a fêmea fatal que combina o apelo sexual com sinistra aparência pétrea, usa sexo e maravilha. Depois de avaliar suas qualidades, cada bruxa deve decidir em que categorias ou combinações de categorias ela se encaixa, e então utilizá-las da forma apropriada.

Assim, a bruxa satânica terá que procurar reforçar cada vez mais as qualidades que sejam proveitosas a ela. Nunca colocando a vulgaridade como única resposta e nunca descartando ela sem pensar primeiro. É uma realidade psicológica que o homem quer na mulher, a amante e a mãe. É incontestável que uma mulher fatal é atraente, e que uma menina sem experiência nenhuma atrai muito também. Mas é muito mais atraente aquela que sabe usar os vários lados, e que, não dá chance do homem saber como ela se portará, atraindo-o pela surpresa.

Então a bruxaria satânica é a arte de manipular os homens? Sim, mas não somente isto. A bruxa satânica atrairá os homens com seus dotes e conseguirá todos aqueles que ela quiser, mas muitas vezes sua a maior preocupação ao manipular um homem é simplesmente que ele continue ao seu lado, dando-lhe apóio e sendo companheiro. Pois por trás de todos os papéis que usar e de todos os fetiches que estimular sempre existira o seu Self, seu Eu Superior. Sua essência mais pura.

A bruxa satânica é, portanto, antes de tudo uma mulher segura, que não terá vergonha de expor suas opiniões, seu desejo, seu corpo, seu ódio e seu amor sempre que achar necessário. Esta será sua forma de mostrar que dentro da mulher fatal, da guerreira ou da menina há também uma mente pensante que não poderia permitir que fosse vista somente como objeto, mas sim, como uma parte participante e importante de um relacionamento e de uma sociedade.

MAGIA PARA DINHEIRO - O RITUAL DAS VELAS NEGRAS








Visa este ritual mágico trazer dinheiro e prosperidade




INGREDIENTES:


- 2 Velas pretas altas;


RITUAL:


Este ritual deverá ser feita no primeiro dia de um quarto crescente.

Escreva em cada uma das velas o seu nome e as palavras: Dinheiro, Riqueza e Prosperidade.

Em seguida segure uma vela em cada mão e aperte-as com força, até conseguir sentir o seu sangue a pulsar.

Em seguida, diga alto:

“Que estas velas me tragam prosperidade e riqueza e de maneira nenhuma eu sofra algum efeito adverso!”

Depois pouse as velas. Apague-as com os seus dedos (não sopre para as apagar).

Acenda-as todas as noites até que acabem.

Repetir a simpatia várias vezes (utilizando as mesmas velas) aumenta a eficiência do feitiço.

A Lança do destino



São Longuinho ou Longuinhos ou Longuinus
São Longinus viveu no primeiro século, contemporâneo de Jesus, e seria o centurião romano que reconheceu Cristo como sendo o “filho de Deus” na crucificação (Mateus 27:54; Marcos 15:39 e Lucas 23:47). Ele seria o soldado que feriu o lado de Jesus com a sua lança (Jo 19:34).
Diz a lenda que a água que saía do lado ferido de Jesus respingou em seu rosto e ele imediatamente sarou de uma grande problema de visão, e converteu-se, tornando-se um monge na Capadócia (hoje Turquia), onde foi mais tarde preso, martirizado para renunciar a sua fé e finalmente decapitado. Sua lança é reverenciada como uma relíquia religiosa e está a mostra em Viena na Áustria. Na Espanha e no Brasil ele é o protetor para encontrar objetos perdidos. Sua festa é celebrada no dia 15 de março.
os Fatos:
“História real" 1:
Há aproximadamente 2.000 anos atrás, em uma sexta-feira, dia da crucificação de Jesus, aconteceu um fato muito misterioso. Segundo o costume, as pernas dos crucificados eram quebradas para antecipar a sua morte. Os ladrões que estavam ao lado de Jesus tiveram esse destino, mas quando chegou a vez do Messias um centurião romano, Longinus, para provar que ele já estava morto (quem sabe para se fazer cumprir as profecias) perfurou o lado do peito de Jesus, de onde jorrou sangue e água, tentando provar que ele já estava morto. Como os ossos de Jesus não foram quebrados, isso reforçou ainda mais o fato que ele realmente era um enviado de Deus, pois os Profetas do Velho Testamento já haviam previsto que nenhum osso do corpo do Messias seria quebrado.
Desde esse momento a Lança passou para a história como uma relíquia religiosa. Hoje em dia existem muitas lanças reivindicando ser a Lança Santa da história bíblica. Com o passar dos anos uma lenda acompanhou a Lança através dos anos, dando a quem a possuísse o poder de conquistar o mundo.
“História real" 2:
Com o passar dos anos, a posse da Lança tomou vários rumos, começando supostamente com Constantino, imperador romano que primeiro adotou o Cristianismo em princípios do século IV.
Depois dele, uma série de líderes militares prósperos tiveram a posse dessa 'arma', dentre eles: Alaric Theodosius (que precedeu Átila, o Huno), Charles Martel (que derrotou os muçulmanos em 733 D.C.), Carlos Magno, Justiniano, Frederick Barbarossa, 5 imperadores saxônicos que sucederam a Dinastia Carolíngea, e outros mais.
De acordo com a lenda, Carlos Magno empunhou a lança por 47 batalhas prósperas, mas morreu quando acidentalmente a teria derrubado.
"História real" 3:
Napoleão tentou obter a lança depois da batalha de Austerlitz, mas ela já tinha sido contrabandeada para fora da cidade, frustrando a vontade de Napoleão em possuir esse poder.
Em 1912, a lança passa à posse da Casa de Hapsburgs, fazendo parte de uma coleção no Museu de Hofburg em Viena.
Em setembro desse ano, um jovem chamado Adolf visitou o museu e com o acompanhamento e orientação do Dr. Walter Stein, ficou sabendo sobre o histórico de poder da lança. Nesse momento Adolf ficou contemplando-a, e sentiu uma conexão mística entre ele e as gerações de conquistadores da história, já que ele tinha muito interesse em artefatos religiosos de poder.
Após essa visita, Adolf chegou a dizer:

“Eu fiquei lá tranquilo, olhando fixamente para a lança por vários minutos, esquecendo de tudo à minha volta. Ela parecia conter algo oculto em seu interior, que me evadia, parecia que eu sentia, eu sabia intimamente e não podia trazer à consciência... Eu sentia ainda como se eu mesmo a tivesse segurado antes em algum século passado da história. Que eu mesmo uma vez a tivesse clamado como meu talismã de poder e segurasse o destino do mundo em minhas mãos..."
"História Real" 4:
Em 14 de Março de 1938, depois que o tal Adolf subiu ao poder como chanceler da Alemanha, anexou a Áustria e ordenou que a Lança, junto com o resto da coleção de Hapsburg, fosse enviada para Nuremberg, coração do movimento nazista.
Esse transporte foi feito em outubro desse mesmo ano, em um trem blindado da SS. Foi mantida na Igreja de St. Catherine por 6 anos, até que em outubro de 1944 foi construída secretamente uma abóbada subterrânea para protegê-la inclusive de um bombardeio pesado. Seis meses depois, em 30 de abril de 1945, às 14:10h, o exército americano invadiu a abóbada e resgatou a Lança e toda a coleção de Hapsburgs.
Segundo os registros, 80 minutos após esse incidente Adolf Hitler se suicidou com um tiro na cabeça.
Hoje a Lança Sagrada foi devolvida para o Museu de Hofburg, e permanece envolta em mistério.

A Invocação de Lilith - Um Rito de Sexualidade Negra






*ADVERTÊNCIA*:

Lilith é a egrégora primária do animal negro. Ela é poder de domínio sexual libertos. Esta invocação não deve ser tentada por aqueles que têm pouca prática em magia cerimonial, nem por aqueles que possuem problemas psicológicos não resolvidos relativos à sexualidade. Relativamente ao sangue para ser bebido, ou ás actividades sexuais seguintes, todas as precauções pertinentes à prevenção de doenças carregadas pelo sangue ou por fluídos sexuais devem ser corretamente observadas. Pode ser sensato apontar um "guardião" que irá "observar" o rito enquanto este prossegue de um destacado ponto de observação e intervir se os participantes, em seus excessos, estão a ponto de cometer actos perigosos. O guardião deve banir seu próprio círculo de proteção sobre si mesmo. O guardião só deve intervir se houver uma séria ameaça de dano corporal; senão, os eventos devem ser aprovados para transcorrer segundo suas vontades. Qualquer um [que esteja] temeroso dos possíveis efeitos psicológicos deste rito em primeiro lugar faria bem em não participar. Isto não é para os tímidos. Com estes embargos, toda discrição pertinente a essas acções é deixada aos participantes. Os autores não assumem nenhuma responsabilidade pela irresponsabilidade dos participantes no desempenho deste rito. Você foi advertido!

Materiais:


- Velas pretas e/ou púrpuras

- Incenso de almíscar

- Um cálice de prata

- Um chicote (tipo "cat-o-nine-tails")

- Capa preta, preferivelmente de setim (para o/a Operador Principal)

- Vinho tinto

- Um bisturi (esterilizado) ou x-acto faca (para drenar sangue)

- Um sistema de playback razoavelmente bom, e uma nefasta e sensual seleção musical.

(Diamanda Galas, "Deliver Me From My Enemies" ou This Mortal Coil, "Filigree and Shadow" são excelentes escolhas, mas isto é deixado para os participantes).

Preparação:
Lilith é o aspecto feminino primal da sexualidade negra [dark sexuality]. Por esta razão os autores são de opinião que a invocação será mais provavelmente [bem] sucedida se o Operador Principal for fêmea. Isto não descarta a possibilidade de sucesso com um M.O. masculino, mas ele deve estar habilitado para contactar fortemente sua natureza feminina primal para suceder e invocar Ela que é o mais fundamental de todos os demônios femininos. Os participantes podem ser tanto machos quanto fêmeas ou uma mistura de ambos em qualquer proporção.


As aplicações deste rito variam consideravelmente. Desde de que é uma combinação de trabalho Lunar/Saturnino, pode ser aproximado como um ritual dividido de sexo e morte - assim como a invocação de Carroll Thanateros do Liber Kaos.

Como apresentado aqui, é um ritual de liberação e também é usado para trazer adiante uma Palavra de Poder [Word Of Power] da egrégora [egregore] para uso subseqüente dos participantes; conseqüentemente a Indicação da Intenção [Statement of Intent] reflete esta intenção.

A indicação deve ser talhada para expressar propriamente as intenções de um trabalho particular.

O RITUAL:

Grandes velas pretas são arrumadas em círculo em torno do espaço do templo e acesas, assim como copiosas quantidades de incenso. O quarto deve ser bem defumado.

1-O Banimento [pode se feito] por LBRP, GPR, Vortex ou outro procedimento, a escolha.


2-A operadora principal [Main Operator], despida por baixo da veste preta, toma posição no centro do círculo. Ela segura o açoite em sua mão direita. Outros participantes sentam em um círculo em torno da M.O. A música começa.

3-A Indicação (ver advertência) do Intento é declarado pelo M.O. e ecoada por todos os participantes: "É nossa vontade invocar a egrégora de Lilith, de modo que através de seu espírito nós experimentemos o poder do Sexo e Morte e obtenhamos sua Palavra de Poder!"


4. A seguinte passagem (veja notas) é recitada pelo M.O. para invocar a identidade de Lilith para ocupar seu corpo e mente: "Eu sou a filha da Força [Fortitude] e violo cada hora de minha juventude.

Para contemplação, Eu sou Entendimento, e a ciência habita em mim; os celestes me oprimem. Eles cobiçam e desejam-me com infinito apetite; nenhum dos que são terrenos tem me abraçado, porque Eu estou sombreada com o Círculo das Estrelas, e coberta com as nuvens da manhã. Meus pés são mais rápidos que os ventos, e minhas mãos são mais doces do que o orvalho da manhã. Minhas vestes são do princípio, e meu lugar de descanso está em mim mesma. O Leão não sabe onde eu ando, nem as bestas do campo compreende-me.

Eu sou deflorada, mas virgem;

Eu santifico e não sou santificada.

Feliz é aquele que me abraça: para à noite Sou doce, e de dia prazer total.

Minha companhia é uma harmonia de muitos símbolos, e meus lábios mais doces do que a própria saúde. Sou uma prostituta para alguns que violam-me, e uma virgem para aqueles que não me conhecem.

Purguem suas estradas, Vocês, filhos dos homens, e lavem suas casas limpas; façam-se santos, e ponham-se na rectidão. Expulsem suas velhas prostitutas, e queimem suas roupas e então eu irei, trarei crianças diante de ti e eles serão os Filhos do Conforto no Tempo do porvir."


5. Então os participantes começam a cantar o mantra de Lilith. Enquanto eles cantam, a Operadora Principal deve cair em um profundo transe gnóstico e invocar o espírito de Lilith em seu corpo. "Carne ela comerá, sangue ela beberá!" (repita)


6. Enquanto o cântico continua, um participante (o Segundo Operador) recita o seguinte: "Negra ela é, mas brilhante! Negras são suas asas, preto sobre preto! Seus lábios são vermelhos como a rosa, beijando todo o Universo! Ela é Lilith, que elevou as hordas do abismo, e levou homens à ruína! Ela é a irresistível realizadora de toda luxúria, profeta do desejo. A primeira de todas as mulheres foi ela - Lilith, Eva não foi a primeira! Suas mãos trazem a revolução da Vontade e a verdadeira liberdade da mente!

Ela é KI-SI-KIL-LIL-LA-KE, Rainha do Círculo Mágico! Olhe dentro dela a luxúria e o desespero!"


7. Os participantes começam o cântico "Lilith! Lilith! Lilith!" repetidamente até o M.O. invocar a egrégora de Lilith [Lilithian egregore]. Um por um eles passam em torno do bisturi e cortam seu polegar esquerdo e marcam suas testas com sangue. Então eles em torno do cálice (que é enchido com o vinho vermelho) e tocam suas testas um por um. Depois que todos fizerem assim, ele é tomado pelo M.O. que o drena num único trago. Este é o clímax da invocação.


8. Se a invocação tiver sucesso, todos os participantes sentirão simultaneamente emoções de medo, luxúria e o impulso de submissão. Força, sobressalto ou outra variação de Postura de Morte devem ser usadas para aprofundar o nível de gnose de cada participante até que estejam a ponto de desmaiar. Assim que tiverem superado suas emoções, eles devem cair à terra e prostrarem-se ante Lilith.

9. O que prossegue em seguida não é especifico, mas deixe sobrepor-se a vontade da egrégora. Ela pode escolher açoitar os participantes, caçoar deles, atenta-los ou seduzi-los. Ela pode forçá-los a cometer vários indescritíveis actos de luxúria sobre ela ou qualquer outro. Todos os participantes devem submeter-se à vontade dela, o que quer que seja, pode ser - seria extremamente perigoso fazer de outra forma; não arrisque a fúria de Lilith!

10. Eventualmente a energia do grupo começará a diminuir. Neste ponto, o S.O. (alertado pelo guardião, se necessário) irá levantar e defrontar-se com a M.O. e recitar o seguinte em uma voz de comando:

"Lua Negra, Lilith, irmã nigérrima,

Cujas mãos formam a lama infernal,

Na minha fraqueza, na minha força,

Moldando-me como a argila no fogo.

Lua Negra, Lilith, Égua da Noite,

Você lançou sua desgraça à terra

Proferiu o nome e saiu voando

Profira agora o som secreto!"

11. A M.O. nas profundidades do transe de Lilith [Lilith-trance], chamará um nome, assim como a Lilith lendária chamou o inalterável nome de Deus para levantar [vôo] sobre o Éden nos céus. Não se sabe antecipadamente o que esta palavra será, mas será mais certamente uma Palavra de Poder para ser usada posteriormente pelos participantes em trabalhos mágicos posteriores.


12. Se tudo for feito corretamente, o espírito de Lilith sairá da M.O. à pronuncia do Nome, e a vontade dele(la) provavelmente cairá à terra, esgotada. O guardião ou o S.O. devem então desenhar um pentagrama erecto sobre a M.O., uma generosa lustração facial de água fria será administrada por ele, e ele/ela é chamado por seu nome ordinário até que ele/ela responda.


13. O templo é banido e fechado.

Notas:
A invocação é o texto de uma mensagem entregada por uma entidade espiritual não identificada para Sir Edward Kelly em 1592 durante um longo ritual.Kelly, juntamente com o Dr. John Dee (astrólogo real da rainha Elizabeth), originou o sistema Enoquiano (Enochian) de mágia. A visão desta entidade aterrorizou tanto Kelly que ele abandonou o trabalho da mágica deste dia em diante. Embora Kelly nunca tenha identificado a entidade, em nossa opinião ela representava a egrégora de Lilith. A chamada de Lilith é adaptada do "The Hymn to Hecate" por Frater U:.D:.

(por Joseph Max.555 e Lilith Darkchilde.777 )

Magia negra - para acabar com um casamento, relacionamento ou noivado.


.


Este ritual de afasta pessoa e descruza caminhos, é uma magia negra para acabar com um relacionamento.


Atenção, porque esta magia negra para destruir casamentos, apenas pode ser executada pela própria pessoa que se encontra no relacionamento, e que não deseja mais prosseguir com esse amor.


Esta bruxaria de magia negra, nunca deve ser usada por alguém exterior ao relacionamento, com intenção de separar um casal, pois os riscos de grandes prejuízos para essa terceira pessoa são graves.


Se você se encontra a viver um relacionamento, um casamento, um noivado ou um namoro que apenas se tornou doloroso e que você deseja terminar mas não sabe como, então eis que lhe deixamos esta poderosa bruxaria para terminar o seu casamento, este ritual para afastar parceiros, esta magia para por seu marido/mulher bem longe de si.


Ingredientes:


São necessários os seguintes ingredientes
Para terminar uma relação, um casamento, um noivado ou um namoro.


1-Foto da pessoa a afastar
1-Garrafa
- leite azedo ou estragado

- Cabelos da pessoa

- Sal negro

- Vinagre

1- Pires de ouro


Como proceder para realizar a bruxaria e o ritual desta magia negra:


Sábado, ás 23h00, colocar a foto da pessoa que se deseja afastar dentro da garrafa. Colocar também os cabelos da pessoa. Encher a garrafa com leite azedo e fechar tudo muito bem, de forma a quem nem uma gota possa verter.


Proceder á seguinte oração:


Poderoso espírito saturniano, portador de devastações, senhor de pragas, tragedias e lutos, aqui te oferendo este ser, para que o levais para bem longe de mim. E que se ele quiser regressar, cada passo do seu retorno seja miséria na sua carne, e dor na sua alma. Para sempre e ate sempre, assim to imploro, poderoso espírito.


Tendo terminado este procedimento, misture o vinagre com sal negro, no pires de ouro. Misture bem, criando uma massa pastosa. Essa pasta, constitui um poderoso chamamento de forças espirituais das trevas causadoras da destruição de relacionamento e afastamento de pessoas indesejadas. Ao realizar esta mistura no pires de ouro, dizendo a oração, você esta também consagrado o pires, que mais tarde será usado da forma que explicaremos.


Unte a garrafa com essa pasta, sendo que sempre que realiza a unção, repete a oração.


Toda a essência de vinagre e sal negro tem de ser usada na unção dessa garrafa. Os restos da mistura que sobrarem, devem ser usados para untar o pires.


Ás 24h00 do sábado, atirar com a garrafa ao mar. Faz pela última vez a oração e vem-se embora sem nunca olhar para trás.


Conserva o pires de ouro enterrado num local secreto, que nunca ninguém deverá ver, nem mexer. Quanto mais esse enterro for feito perto de um cemitério, ou no coração de uma encruzilhada amaldiçoada, um num local onde muitas pessoas morreram tragicamente, mais poderoso será o efeito.


Enquanto a garrafa estiver perdida no mar, e esse pires estiver oculto num local de morte ou amaldiçoado, a pessoa indesejada terá os caminhos dela descruzados dos seus pelo poder dos espíritos de magia negra que foram invocados, assim como pelas terríveis forças saturnianas.


Proceda a estas instruções com todo o rigor, pois o feitiço de afastamento se for mal feito pode-se virar contra si, causando gravíssimos prejuízos.

SIMPATIA DE AMARRAÇÃO INFALÍVEL E FORTE


 

Cuidado que depois de fazer a Amarração forte não vai ter mais volta e para desfazer terás que repetir ela ao contrário por 7 vezes em 7 sextas feiras.
Com uma caneta vermelha desenhe um coração e escreva na sola do pé esquerdo o nome da pessoa amada.
Pise firme em um lugar que seja terra e repita 3 vezes: Na sola do meu pé esquerdo está escrito dentro de um coração o nome do (nome dele ou dela) e estou pisando firme contra a terra para amarrar o (nome) e prender junto ao meu coração n (nome), pelos poderes das 13 almas poderosas bentitas e tenho dito que assim seja. Ordeno para que (nome) venha me procurar dentro de 7 dias para firmar um compromisso sério de amor eterno.
Ordeno para que as 13 almas benditas não o deixem em paz, não o deixem dormir direito, não o deixer ficar com outra mulher e se ficar que não tenha vontade nenhuma de estar perto dela. É uma ordem para as 13 almas. Escreva 7 folhas com o seu pedido colocando só um nome fictício que representará ele e coloquem em 7 caixas de correio de 7 ruas com nomes diferentes.
Não pode contar para ninguem. Depois deixe um comentário aqui dizendo se teve sucesso no seu pedido.

MAGIA NEGRA : ritual para atrair favores sexuais de mulheres



Acessórios:

- 1 vela vermelha;

- 1 vela negra;

- 1 colher em prata;

- 1 pitada de pimenta;

- cominho em pó;

- mel.


Ritual:

Primeiro coloque a vela vermelha á sua esquerda e acenda-a.

Depois coloque a vela negra á sua direita, e acenda-a.

Seguidamente, pegue na colher de prata e passe-a por cima da vela vermelha, e depois a preta. Ponha mel na colher, salpique com a pimenta e o cominho pensando muito fortemente na mulher objecto dos seus desejos.

Diga em alta voz e de maneira firme:


“Por Lilith e seus poderes,

E pela força desta chama,

Que cesse este desespero,

E venham a mim os favores desta fulana.

Assim seja”


Coma o mel e apague a vela negra e a vermelha, com o seu dedo mindinho da mãe esquerda.

O feitiço operará durante a próxima lua.

MAGIA NEGRA : ritual para atrair favores sexuais de homens

Acessórios:

- 1 vela vermelha;

- 1 vela negra;

- 1 colher em prata;

- 1 pitada de pimenta;

- cominho em pó;

- mel.


Ritual:

Primeiro coloque a vela vermelha á sua esquerda e acenda-a.

Depois coloque a vela negra á sua direita, e acenda-a.

Seguidamente, pegue na colher de prata e passe-a por cima da vela vermelha, e depois a preta. Ponha mel na colher, salpique com a pimenta e o cominho pensando muito fortemente no homem objecto dos seus desejos.

Diga em alta voz e de maneira firme:


“Por Deméter e seus poderes,

E pela força desta chama,

Quero que F… caia sob o meu encanto e me dê seus favores,.

De mim ele não possa mais fugir,

É todo o seu corpo que eu quero ter,

É do seu corpo que quero usufruir.

Assim seja.”


Coma o mel e apague a vela negra e a vermelha, com o seu dedo mindinho da mãe esquerda.

O feitiço operará durante a próxima lua.

MAGIA NEGRA - RITUAIS DE ÓDIO







Poderosos rituais de magia negra e alta magia negra: rituais de maldição e detruição dos inimigos.


RITUAL DE MALDIÇAO - Nº1:

Fazer o ritual á meia noite

Do que precisa:

· Ou nada mais.

· Ou uma fotografia da pessoa a amaldiçoar se não a conseguir visualizar (por exemplo, não a vê faz certo tempo...)


Preparação:

Vista-se inteiramente de negro.

Desenhe simbolicamente o circulo mágico e sente-se no meio.


Ritual:

Pense fortemente na pessoa que você deseja amaldiçoar ou segure a fotografia dela em sua mão, concentrando-se na mesma. Deixe vir para fora os sentimentos que levam você a querer fazer-lhe este feitiço, e o que você quer que lhe aconteça.


De seguida, diga a seguinte oração em voz alta:


“Asmodeu, Grande Asmodeu,

Tu que mandas na ira e na luxuria,

Dai-me a força de canalizar a minha fúria,

Para a pessoa que te aponto com o meu dedo indicador,

que o meu ódio para ela se transforme em dor,

Esta é a minha vontade.

Que a minha vontade seja feita!

Assim seja.”


Visualize o seu ódio a subir por si acima, sinta a sua energia dirigir-se para o seu dedo indicador. Inspire profundamente, e expire apontando o seu indicador na direcção de pessoa que você vizualizou, ou em direcção da fotografia que tem na mão, e pense em todos os tormentos e padecimentos que quer que lhe aconteça.

Agradeça , desfaça e saia do círculo mágico.

RITUAL DE DESTRUIÇÃO DE INIMIGOS - Nº2:




Ritual de alta magia negra, que visa causar um terrivel sofrimento á pessoa destinatária do feitiço, até ás últimas consequências...

Este ritual de ódio é muito perigoso, pois é muito poderoso. Este ritual implica actos profanos, pois utiliza raminhos de alecrim benzidos.


Precisará de:

- um bocado de toucinho gordo, com cerca de 10 cm;

- uma caixa de agulhas novas;

- 2 raminhos de alecrim, que foram benzidos no domingo de ramos.

- 1 fio negro.


Para fazer este ritual, escolha um sábado de manhã, entre a lua minguante e a lua nova.

Faça o ritual em jejum. Vista-se de negro.

Pegue no toucinho e pense fortemente na pessoa visada pelo feitiço e vizualize todo o mal que lhe deseja.

Espete no toucinho, ao acaso e sem contar, um grande número de agulhas no bocado te toucinho, sentindo todo o ódio que tempor aquela pessoa.


Diga ao mesmo tempo:

1) Contra (nome da pessoa...) filho/ filha de
( fulana... nome da mãe dessa pessoa), uma vez,
"Vasis Atatlos Vesul Eterenus Verbo San Herbo
Dibolia Herbonos"

2) Contra (nome da pessoa...) filho/ filha de
( fulana... nome da mãe dessa pessoa), duas vezes,

"Vasis Atatlos Vesul Eterenus Verbo
San Herbo Dibolia Herbonos".

3) Contra (nome da pessoa...) filho/ filha de
( fulana... nome da mãe dessa pessoa), três vezes,

"Vasis Atatlos Vesul Eterenus Verbo
San Herbo Dibolia Herbonos".

Ao mesmo tempo que está a dizer esta fórmula e que está a espetar as agulhas, imagine todo o mal que deseja á pessoa.

De seguida, ponha em cruz os raminhos de alecrim benzidos, em cima do toucinho, e amarre tudo, em cruz, com o fio negro. Faça 4 nós.

Pegue no seu feitiço na sua mão direita e enterre-o em terreno NÃO CULTIVADO. Nunca volte a esse sítio para desenterrar o seu “embrulho”. Caso contrário o feitiço pode voltar-se contra si. Por isso, antes de fazer esta bruxaria, pense bem! Não há volta atrás...

O efeito desta bruxaria de ódio começará a fazer-se sentir nos 21 dias seguintes.


Nota:

Asmodeu ou Asmodeus ou Asmodeo:

“Criatura do julgamento”, “O destruidor”, é um demónio maligno, da ira e da luxuria, dos mais antigos, que não perde muito tempo com conversas ou diálogos.

É um demónio bíblico, foi ele quem matou os 7 maridos de Sara, filha de Raquel, no próprio dia do casamento. Do hebreu Asmoday ou Acheneday, é o demónio chefe de shedin, classe de demónios com garras de galo.

Na demonologia, é representado com três cabeças: uma de touro, uma de homem com hálito de fogo e uma de carneiro. É o super-intendente das classes de jogos na corte infernal.